Petites Vaidades: "Quero que o meu cabelo fique igual ao seu"

"Quero que o meu cabelo fique igual ao seu"

Quando estamos em transição capilar é muito comum procurarmos inspirações, pessoas que admiramos e nos espelhamos para passar por esse momento delicado. Todo mundo precisa de uma base, de algo ou alguém em quem se apoiar e se identificar. Em se tratando de beleza isso é ainda mais forte.

Até aí tudo bem né gente, é algo completamente normal e saudável se inspirar em outras pessoas. Mas se esquecer de si próprio desejando algo que o outro tem é muito ruim. Quando focamos no outro nos esquecemos de nós mesmos.


O vídeo de hoje é sobre uma frase que eu recebo muito nos comentários do youtube, em emails, em comentários no facebook. "Como eu faço pra ter o cabelo IGUAL ao seu?". As vezes as pessoas esquecem que somos únicos, e existe beleza nisso. Então bora bater um papo?


Eu sempre fico muito lisonjeada e feliz por leitoras que vem me dizer que de certa forma eu fui uma inspiração para passar pela transição capilar, que eu dei forças e incentivo para assumir os cabelos naturais. Mas fico muito preocupada quando meninas lindíssimas, com um potencial incrível querem copiar as outras, nunca estão satisfeitas com sua aparência. Por isso quis jogar esse assunto pra vocês. O que vocês acham disso meninas? Estou sendo radical? Vamos conversar!

Espero que tenham gostado do vídeo!
Um beijo!

4 comentários:

  1. Ai, Sarah, concordo MUITO com tudo que você disse. No fundo, isso de querer ser igual a alguém tem a ver com aquela busca louca (e infinita) pela perfeição, sabe? Comecei o low poo tem uns 4 meses e entrei num grupo de iniciantes no Facebook. Foi bom, aprendi muito. Mas acabei saindo porque tava me incomodando demais duas coisas: 1. Muita insatisfação, muita gente querendo cabelos ultradefinidos, sem frizz, cachos fechadinhos... um cabelo e propaganda de shampoo. 2. A loucura de comprar mil produtos na busca por esse cabelo perfeito... Acabei até escrevendo sobre isso pra poder colocar lá pras meninas: https://consumistaouconsumida.wordpress.com/2015/09/12/novas-maneiras-de-consumir-minha-experiencia-com-o-low-poo/
    Vou deixar o link pra não falar tudo de novo aqui. kkkk... Mas em resumo, a gente tem que se amar como é e cuidar do nosso cabelo de maneira consciente e cuidadosa, mas sem pirar em consumismo desvairado.
    Amo suas dicas! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Gostei mto de suas palavras .
    Já virei fã .
    Também estou deixando o natural reinar.
    Sai do de progressiva .a transição não e fácil .mas estou me virando .
    Super bjusss

    ResponderExcluir
  3. Eu até hoje não descobri como eh meu cabelo. Se durmo com ele molhado, fica LINDO! Nem cacheadão, nem liso, um ondulado super ondulado sabe? hahahahahhaha se lavo e taco creme, leave in ou alguma coisa q segure ele, fica mais pro cacheado. Mas ele acaba desmanchando e ficando feio, com frizz, aquele armado estranho entende? E acabo sempre prendendo ou partindo pra chapinha. Eu me adoro e me identifico mais de cabelo alisado, mas como vc disse, eu tenho minha identidade, só não consegui ainda descobrir qual eh e como assumir :/

    ResponderExcluir
  4. Moça, estou muito feliz do jeito que são meus cachos. Mas depois que pintei de preto(era vermelho) e embarquei nunca mais ficaram os mesmos. Estou procurando produtos e tratamentos para recupera-lo , hidratar os cachos e defini-los sem frizz. O que vc usa/faz no seu? Seu cabelo parece ter uma textura similar ao meu.

    ResponderExcluir

/